Boosters significam “intensificadores” ou “impulsionadores”. O conceito dos Skinboosters foi desenvolvido pela empresa que fabrica a linha de Ácido hialurônico, com o objetivo de repor na pele o colágeno e o ácido hialurônico, além de outras substancias e fibras responsáveis pela firmeza, tonus, elasticidade e hidratação da pele que diminuem com a idade. As perdas destas substancias são responsáveis pelo surgimento de rugas finas e pela perda do viço na pele.

O mercado oferece, inclusive cremes a base de ácido hialurônico. A injeção deste produto dentro da pele é, certamente, mais eficiente. Nesse caso, a hidratação acontece de dentro para fora, através da injeção de produtos especiais a base de ácido hialurônico, chamados skinboosters. Eles foram especialmente desenvolvidos para a hidratação da pele e são diferentes dos preenchedores a base ácido hialurônico, que aumentam e repoem volumes. Os skinboosters não aumentam o volume e nem preenchem sulcos, mas devolvem o brilho, a maciez e a hidratação da pele, além de suavizar linhas finas e de areas especiais, como pescoço e pálpebras.

A aplicação de Skinboosters é um procedimento médico injetável de hidratação cutânea. O ácido hialurônico é injetado através de agulhas curtas e finas, mas a aplicação é considerada indolor pela maioria das pacientes, uma vez que o procedimento é precedido de anestesia tópica. O procedimento pode ser realizado na face, ao redor dos olhos, no colo, pescoço e nas mãos. Recomenda-se 3 sessões mensais, e uma manutenção, semestral ou anual.